Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora:

Band Coruja
No comando: BAND CORUJA

Das 00:00 as 04:59

Band Bom Dia
No comando: BAND BOM DIA

Das 05:00 as 05:59

Hora do Ronco
No comando: A HORA DO RONCO

Das 06:00 as 08:59

BandFM
No comando: “Programação Musical”

Das 07:00 as 07:59

No comando: Band Ao Vivo

Das 09:00 as 09:59

ManhaShow
No comando: MANHÃ SHOW

Das 09:00 as 10:59

HORACHEIA2
No comando: Hora Cheia 1ª Edição

Das 11:00 as 12:00

QuemAma
No comando: “Quem Ama Não Esquece”

Das 11:00 as 12:00

No comando: Festa da Band

Das 12:00 as 12:59

Super 6
No comando: #Super6

Das 13:00 as 13:59

Tarde
No comando: “Tarde da Band”

Das 14:00 as 16:00

No comando: Hora Cheia

Das 15:00 as 16:00

HORACHEIA2
No comando: Hora Cheia 2ª Edição

Das 15:00 as 16:00

No comando: Toca Todas

Das 16:00 as 17:00

TocaTodas
No comando: “Tocas Todas”

Das 16:00 as 17:00

Super 6
No comando: “Super 6”

Das 17:00 as 17:30

No comando: Hora Cheia

Das 17:00 as 18:00

BandFM
No comando: “Programação Musical”

Das 17:30 as 18:00

No comando: Band Ao Vivo

Das 18:00 as 19:00

05
No comando: BAND AO VIVO

Das 18:00 as 19:00

BandFM
No comando: “Programação Musical”

Das 19:00 as 20:00

BandFM
No comando: “Estação Band FM”

Das 19:00 as 21:00

No comando: Hora Cheia

Das 20:00 as 21:00

HORACHEIA2
No comando: Hora Cheia 3ª Edição

Das 20:00 as 21:00

HORACHEIA
No comando: LIBERTA

Das 20:00 as 21:00

No comando: Eu te encontrei

Das 20:00 as 21:00

No comando: Voz do Brasil

Das 21:00 as 22:00

No comando: Band Love

Das 21:00 as 23:00

No comando: Pista da Band

Das 21:00 as 23:00

11
No comando: BAND LOVE

Das 22:00 as 24:00

Descriminalização do porte de maconha será pauta no STF em 2019

Compartilhe:
maconha

Supremo Tribunal Federal (STF) retomará no dia 5 de junho do próximo ano o julgamento que trata da descriminalização do porte de maconha para uso pessoal, informou na noite desta segunda-feira, 17, o presidente do STF, ministro Dias Toffoli. Cabe ao presidente do STF definir a pauta das sessões plenárias do tribunal.

O julgamento sobre o tema foi interrompido em setembro de 2015, quando o então ministro Teori Zavascki pediu mais tempo para analisar o caso. Depois da morte em acidente aéreo de Teori, em janeiro do ano passado, o ministro Alexandre de Moraes” herdou” a vista.

No mês passado, Moraes liberou o processo para julgamento.

Até agora, os ministros Gilmar Mendes, Edson Fachin e Luís Roberto Barroso já votaram a favor da descriminalização da maconha.

Ex-ministro da Justiça no governo de Michel Temer e ex-secretário de segurança pública do Estado de São Paulo, Moraes pediu dados à Polícia de São Paulo e à Associação Brasileira de Jurimetria (ABJ) para fundamentar o seu voto no processo.

Conforme informou a Coluna do Estadão, o ministro quis analisar informações sobre o perfil dos presos em flagrante por tráfico de drogas e por porte de maconha para elaborar um voto com um “pé na realidade”.

Fonte, direitos e reprodução: Estadão

Deixe seu comentário:

Eventos

Promoções

Facebook