Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora:

Band Coruja
No comando: BAND CORUJA

Das 00:00 as 04:59

Band Bom Dia
No comando: BAND BOM DIA

Das 05:00 as 05:59

Hora do Ronco
No comando: A HORA DO RONCO

Das 06:00 as 08:59

BandFM
No comando: “Programação Musical”

Das 07:00 as 07:59

No comando: Band Ao Vivo

Das 09:00 as 09:59

ManhaShow
No comando: MANHÃ SHOW

Das 09:00 as 10:59

HORACHEIA2
No comando: Hora Cheia 1ª Edição

Das 11:00 as 12:00

QuemAma
No comando: “Quem Ama Não Esquece”

Das 11:00 as 12:00

No comando: Festa da Band

Das 12:00 as 12:59

Super 6
No comando: #Super6

Das 13:00 as 13:59

Tarde
No comando: “Tarde da Band”

Das 14:00 as 16:00

No comando: Hora Cheia

Das 15:00 as 16:00

HORACHEIA2
No comando: Hora Cheia 2ª Edição

Das 15:00 as 16:00

No comando: Toca Todas

Das 16:00 as 17:00

TocaTodas
No comando: “Toca Todas”

Das 16:00 as 17:00

Super 6
No comando: “Super 6”

Das 17:00 as 17:30

No comando: Hora Cheia

Das 17:00 as 18:00

BandFM
No comando: “Programação Musical”

Das 17:30 as 18:00

No comando: Band Ao Vivo

Das 18:00 as 19:00

05
No comando: BAND AO VIVO

Das 18:00 as 19:00

BandFM
No comando: “Programação Musical”

Das 19:00 as 20:00

BandFM
No comando: “Estação Band FM”

Das 19:00 as 21:00

No comando: Hora Cheia

Das 20:00 as 21:00

HORACHEIA2
No comando: Hora Cheia 3ª Edição

Das 20:00 as 21:00

HORACHEIA
No comando: LIBERTA

Das 20:00 as 21:00

No comando: Eu te encontrei

Das 20:00 as 21:00

No comando: Voz do Brasil

Das 21:00 as 22:00

No comando: Band Love

Das 21:00 as 23:00

No comando: Pista da Band

Das 21:00 as 23:00

11
No comando: BAND LOVE

Das 22:00 as 24:00

Mulheres ganham menos que os homens em todos os cargos e áreas, diz pesquisa

Compartilhe:
MULHERES

O mercado de trabalho brasileiro mostra que as mulheres ainda têm um longo caminho a percorrer para obter o mesmo reconhecimento que os homens. Pesquisa realizada pelo site de empregos Catho neste ano com quase 8 mil profissionais mostra que elas ganham menos que os colegas do sexo oposto em todos os cargos, áreas de atuação e níveis de escolaridade pesquisados – a diferença salarial chega a quase 53%.

Além disso, mulheres ainda são minoria ocupando posições nos principais cargos de gestão, como diretoria, por exemplo.

Para Kátia Garcia, gerente de relacionamento com cliente da Catho, apesar de ainda existir uma grande desigualdade entre homens e mulheres, houve um avanço, mesmo que tímido. E reconhece que levará tempo até que as condições sejam equiparadas.

“Embora o cenário esteja longe do ideal, não podemos dizer que não há melhora. Aumentou a ocupação da mulher no mercado de um modo geral e também nos cargos de chefia”, diz.

Nível de escolaridade

A pesquisa mostra que as maiores diferenças salariais se dão entre os profissionais de nível superior e com MBA – as mulheres ganham quase a metade do salário dos homens. O percentual é atenuado conforme a escolaridade vai diminuindo, mas o salário dos homens é superior em todos os níveis de escolaridade.

Kátia diz que essa diferença pode ser explicada pelo fato de as profissionais interromperem a vida profissional por causa da maternidade ou por mudarem de carreira e começarem do zero em outra com mais frequência que os homens.

Segundo ela, estudo anterior feito pela Catho mostra que as mulheres interrompem a carreira seis vezes mais que os homens com a chegada dos filhos.

Quanto mais alto cargo, maior a desigualdade

Já em relação à distribuição das mulheres entre cargos de gestão pesquisados, houve uma pequena melhora desde 2011, mas as desigualdades ainda aparecem e aumentam à medida que o nível hierárquico sobe.

O cargo de presidente é o que tem a menor proporção de mulheres – 25,85% em 2017 – e apresenta o menor crescimento em comparação a 2011 – aumento de 2,94 pontos percentuais.

Já o cargo de encarregado, o mais baixo entre os pesquisados em nível de gestão, tem a maior proporção de mulheres – 61,57%.

Fonte, direitos e reprodução: G1

Deixe seu comentário:

Eventos

Promoções

Facebook