Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora:

Band Coruja
No comando: BAND CORUJA

Das 00:00 as 04:59

Band Bom Dia
No comando: BAND BOM DIA

Das 05:00 as 05:59

Hora do Ronco
No comando: A HORA DO RONCO

Das 06:00 as 08:59

BandFM
No comando: “Programação Musical”

Das 07:00 as 07:59

No comando: Band Ao Vivo

Das 09:00 as 09:59

ManhaShow
No comando: MANHÃ SHOW

Das 09:00 as 10:59

HORACHEIA2
No comando: Hora Cheia 1ª Edição

Das 11:00 as 12:00

QuemAma
No comando: “Quem Ama Não Esquece”

Das 11:00 as 12:00

No comando: Festa da Band

Das 12:00 as 12:59

Super 6
No comando: #Super6

Das 13:00 as 13:59

Tarde
No comando: “Tarde da Band”

Das 14:00 as 16:00

No comando: Hora Cheia

Das 15:00 as 16:00

HORACHEIA2
No comando: Hora Cheia 2ª Edição

Das 15:00 as 16:00

No comando: Toca Todas

Das 16:00 as 17:00

TocaTodas
No comando: “Toca Todas”

Das 16:00 as 17:00

Super 6
No comando: “Super 6”

Das 17:00 as 17:30

No comando: Hora Cheia

Das 17:00 as 18:00

BandFM
No comando: “Programação Musical”

Das 17:30 as 18:00

No comando: Band Ao Vivo

Das 18:00 as 19:00

05
No comando: BAND AO VIVO

Das 18:00 as 19:00

BandFM
No comando: “Programação Musical”

Das 19:00 as 20:00

BandFM
No comando: “Estação Band FM”

Das 19:00 as 21:00

No comando: Hora Cheia

Das 20:00 as 21:00

HORACHEIA2
No comando: Hora Cheia 3ª Edição

Das 20:00 as 21:00

HORACHEIA
No comando: LIBERTA

Das 20:00 as 21:00

No comando: Eu te encontrei

Das 20:00 as 21:00

No comando: Voz do Brasil

Das 21:00 as 22:00

No comando: Band Love

Das 21:00 as 23:00

No comando: Pista da Band

Das 21:00 as 23:00

11
No comando: BAND LOVE

Das 22:00 as 24:00

Pedro Bial relata luta contra depressão

Compartilhe:
PEDRO-BIAL

Pedro Bial é o mais novo convidado do programa de entrevistas do canal Pingue-Pongue com Bonfá, no YouTube, e lá, relatou a luta que travou contra a depressão.

— Pensar no pior, no sentido de pensar em suicídio? Não. Mas há outras maneiras de você se abandonar. Pode não pensar num suicídio ativo, dar um tiro na cabeça, se jogar pela janela, mas pode parar de se cuidar, se largar, parar de prestar atenção em coisas que são importantes para a sua felicidade, e assim permitir que alguma coisa ruim aconteça a você.

A doença, contou ele, bateu à porta na virada do milênio. Tão logo ela apareceu, Bial procurou ajuda de especialistas.

— Eu andei bem ruinzinho, roendo borda de penico. Mas dei a volta por cima com um bom psicanalista, com psiquiatra, medicamento.

O jornalista contou que a fase crítica da depressão durou cerca de seis meses. O processo todo quase dois anos, “entre cair e levantar”, disse ele.

Questionado sobre como anda a saúde, Bial disse que não teve mais crises da doença.

— O que é um bom sinal, porque no geral quem tem depressão uma vez acaba tendo outros episódios. Eu não tive. Talvez porque eu já tenha uma certa precaução. [Se] vejo alguns sinais aparecendo, eu já tomo algumas medidas, antes que se precipite numa depressão mesmo.

Fonte, direitos e reprodução: R7

Deixe seu comentário:

Eventos

Promoções

Facebook